Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Notícias do Correio 22 - Partido da República

19/10/2015
 
 
Deputado estadual Nininho (PR-MT)
Deputado estadual Nininho (PR-MT)
Mato Grosso – O portal da Assembleia Legislativa do Mato Grosso publicou, com destaque na última quarta-feira, 14, o apoio do deputado estadual Nininho (PR-MT) na Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea, no Hemocentro de Cuiabá.

O parlamentar republicano é autor da Lei (9.807/2012) que institui a Semana Estadual de Conscientização da Importância da Doação de Medula Óssea.

Nininho destacou a importância do incentivo à doação de medula óssea. “Não podemos esquecer que a doação é necessária e que cada um pode salvar várias vidas com um simples gesto de análise e coleta do sangue. É um procedimento simples, não deixa sequelas no doador, mas devolve a esperança a quem recebe”, enfatizou o republicano.
De acordo com a publicação, a Assembleia Legislativa do MT se uniu ao Instituto Maria Stella para realizar a mobilização da sociedade em prol do cadastramento de doadores, feito no Hemocentro de Cuiabá.

Campanha

O Instituto Maria Stella realiza entre os dias 13 a 23 de outubro a Campanha de Cadastro de Doadores de Medula Óssea, no Hemocentro da capital matogrossense.

O que fazer para se tornar um doador?

Qualquer pessoa com idade entre 18 e 55 anos e boa saúde pode doar medula óssea - retirada do interior de ossos da bacia por meio de punções, sob anestesia. O doador se recompõe em apenas 15 dias.

As pessoas que solidarizam em ajudar, preenchem um formulário com dados pessoais; em seguida é coletada uma amostra de sangue com 5 a 10 ml para testes. Os testes determinam as características genéticas que são necessárias para a averiguação de compatibilidade entre o doador e o paciente.

Saiba mais

Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado, que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que necessitam de um transplante. Em caso de compatibilidade, o doador é chamado para exames complementares e, por fim, realiza a doação.

De acordo com o site da Assembleia, atualmente, a chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em cem mil amostras investigadas. Devido ao baixo número de doadores, são organizados registros de doadores voluntários de medula óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. É importante manter os dados cadastrais atualizados para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato.



Fonte: http://www.al.mt.gov.br/detalhes/134401
Topo


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF




Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/