Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Notícias do Correio 22 - Partido da República

27/08/2015
 
 
Segue na íntegra o questionamento do senador Magno Malta ao procurador-geral da República
Senador Magno Malta (PR-ES) parabenizou o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que afirmou ser contra a legalização do porte de drogas e fez vários outros questionamentos. Finalizou perguntando sobre homofobia e ouviu do sabatinado que no Código Penal o termo tratado é descriminação. “Eu voto no senhor”, brindou Magno Malta.

Senador Magno Malta, mesmo tendo que sair para ir ao médico, retornou a sabatina do procurador-geral Rodrigo Janot com vários questionamentos, A primeira pergunta foi sobre lavagem de dinheiro. Como funciona, qual discernimento a justiça tem para reconhecer e como evitar injustiça? Janot, que também já havia sido questionado pelo senador Marcelo Crivela, sobre a mesma pauta, foi taxativo. “Quando o dinheiro tem origem criminosa e entra em uma empresa ou entidade é tecnicamente lavagem, mas os técnicos observam vários parâmetros”.

Para vários senadores, Janot revelou ter apresentado ao Supremo Tribunal Federal parecer contrário à legalização das drogas.
Neste ponto só ouviu elogios do senador. “Nos últimos 35 anos tenho tirado usuários de drogas das ruas, peço-lhe que sensibilize os Ministros do STF para não legalizarem as drogas no Brasil. Pensamos da mesma forma, esta medida só vai criar um exército de formiguinhas trabalhando para os milionários traficantes”, afirmou Magno,

Magno Malta explanou para o procurador seu projeto de redução da maioridade penal que prioriza a ressocialização dos menores infratores, principalmente com a falência dos atuais institutos que são verdadeiras escolas de crime. “Reduzir só por reduzir não resolve, realmente, precisamos de todo um contexto. Mas a constitucionalidade desta medida precisa ser mais debatida”, explicou Janot.

Interrogador sagaz, Magno perguntou também sobre a legalização do aborto no Brasil. “Esta decisão é igual ao porte de drogas, deve ser debatida no Congresso Nacional. Cabe ao parlamento decidir sobre este tema”, falou Janot, também lendo na cartilha do senador Magno Malta.

Por último, Magno levantou a polêmica do termo homofobia. “Já conversamos e o senhor disse que no Código Penal o que existe é descriminação racial, sexual e religiosa. Eu desconheço o termo homofobia e o senhor continua pensado do mesmo jeito?”. “Sim, na lei tratamos de descriminação e preconceito, nada mais”, encerrou Janot com um sorriso, quando ouviu Magno Malta afirmar que, “eu votei no senhor”.



Fonte: www.magnomalta.com

Assessoria de Imprensa do senador
Topo


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF




Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/