Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Notícias do Correio 22 - Partido da República

23/07/2015
 
 
O deputado federal Miguel Lombardi (PR-SP) propôs um projeto de lei que obriga a adição de, no mínimo, 20% de suco natural em bebidas gaseificadas de laranja, tangerina e uva. A legislação em vigor, datada de julho de 1994, determina um percentual de, no mínimo, 10% de suco natural nestes refrigerantes. O documento já foi protocolado na mesa da Presidência da Câmara Federal.

O objetivo da matéria é amenizar os efeitos nocivos dos refrigerantes na saúde das pessoas. “É de amplo conhecimento que os refrigerantes são pobres do ponto de vista nutricional. A partir do acréscimo de, no mínimo, 20% do suco em sua concentração natural estamos buscando balancear nutricionalmente esta bebida tão rica em açúcar, sódio e fósforo. E o que é melhor: estes sucos são produzidos a partir de frutas plantadas, colhidas e processadas em nossa região”, explicou Lombardi.

O deputado argumenta que a modernização da legislação é necessária tendo em vista os inúmeros alertas dos organismos de saúde sobre o consumo exagerado de refrigerante pela população brasileira. “A nossa proposta funcionará como um auxílio no combate aos preocupantes índices de sobrepeso e obesidade. Para muitas organizações o Brasil já vive uma epidemia de obesidade”, relatou.
Lombardi aponta uma reportagem publicada pela Revista Época (01/07) onde a publicação cita números preocupantes chancelados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). “O Instituto constatou em recente estudo que 15% das crianças brasileiras com idade entre 5 a 9 anos têm obesidade atualmente. É um índice preocupante para a saúde da nossa futura geração. Bebidas saudáveis são a chave para uma boa saúde. Bebidas não seguras são portas para doenças”, destacou.

Citricultores aprovam a proposta

Se por um lado a proposta de lei de número 2229 de 2015 fortalece a campanha pelo consumo de bebidas mais saudáveis, a renovação da lei também é saudada pelos citricultores do interior do estado de São Paulo. O consultor em citricultura, Arlindo Salvo Filho, expressa sua satisfação com a ideia. “Atualmente temos uma cadeia produtiva composta por pequenas fábricas no nosso estado. Elas produzem 15 milhões de caixas de laranja a cada safra. A lei Miguel, como estamos chamando, será benéfica. Vai movimentar mais de 400 mil trabalhadores diretos”, explica. Segundo o consultor há mais de 6 mil citricultores e 20 fábricas de processamento de cítricos espalhados pelo estado.

O produtor Antônio Carlos Simonetti elogiou a ‘Lei Miguel’. “É uma luz no fim do túnel para todos nós, pequenos e médios produtores. Estamos enfrentando uma forte concorrência há anos no setor. Lidamos com altos custos de insumo, além de elevados investimentos para combater pragas. Com a modernização da lei, obrigando os 20% de suco nos refrigerantes, vamos conseguir aumentar a nossa produção. Eu apoio esta ideia”, atestou Simoneti que pertence à quarta geração de uma tradicional família produtora de laranja.

O projeto de lei será encaminhado em um prazo de um mês pela Presidência para análise das comissões competentes.

Raio-X do mandato

Miguel Lombardi foi eleito deputado federal na 55ª Legislatura. Iniciou o mandato no dia 1º de fevereiro de 2015 e seguirá até 2019 no cargo. Ele é titular da Comissão da Seguridade Social e Família e integra a Subcomissão de Reestruturação da Organização, Funcionamento e Financiamento do SUS, da Subcomissão de Saúde e da Subcomissão da Política Agrícola. Lombardi apresentou três projetos de lei e já liberou mais de R$ 8,3 milhões em recursos retidos em órgãos federais e de outras legislaturas apenas no primeiro semestre de 2015. Neste período utilizou 11 vezes a tribuna da Câmara Federal e realizou sete audiências com ministros de Estado.



Fonte: Paulo Corrêa
(19) 988782464
Topo


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF




Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/