Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Leia Notícias do Correio 22

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player


Clique no ícone do Media Player para assistir ou fazer download do vídeo em wmv
 

Clique no ícone acima para conhecer a Biblioteca de Vídeos do PR no You Tube
 

Clique no ícone acima para fazer download do vídeo em MP4 e enviar pelo whatsapp
 

Clique no ícone acima para assistir ou fazer download do vídeo em Quick Time (plataformas da apple)
 
24/06/2015 — Para assistir o vídeo do lado esquerdo da tela, você precisa instalar o Flash player
 
   
Senador Blairo Maggi (PR-MT)
Senador Blairo Maggi (PR-MT)
Brasília - O líder do Partido da República no Senado, senador Blairo Maggi (PR-MT) lamentou que a Lei de Responsabilidade Fiscal - que completou 15 anos em 2015 - tenha sido descumprida nos últimos anos para atender a interesses político-eleitorais.

O senador se referia ao que ficou conhecido por "pedaladas fiscais" do governo, mecanismo adotado pelo Executivo que possibilitou o uso de dinheiro de bancos públicos para o pagamento de benefícios, como a bolsa-família.

A medida está sendo questionada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que deu prazo ao governo para dar mais explicações sobre tal mecanismo, destacou o senador.

Blairo Maggi lembrou que a Lei de Responsabilidade Fiscal impôs exatamente o planejamento, para assegurar a aplicação adequada do dinheiro público e, por isso, o seu descumprimento gerou a necessidade do ajuste fiscal.

O senador ainda questionou o Congresso Nacional por aprovar uma série de benefícios sem levar em conta a situação dos empresários brasileiros, especialmente os pequenos e médios. O senador lembrou a dificuldade de muitos desses empreendedores para pagar todas as contas, além dos direitos criados pelo Legislativo.

"Quando fazemos a lei aqui, achamos que todo mundo é Ford, todo mundo é Fiat, todo mundo é Vale do Rio Doce, todo mundo é Petrobras, todo mundo é grande. Não é assim que funciona. Não podemos generalizar, não podemos olhar todos iguais, quando somos diferentes. Tem coisas que são colocadas sob responsabilidade de determinadas empresas que elas conseguem cumprir, outras, não. No entanto, as penalidade são iguais para os grandes, para os pequenos, para os médios" protestou o senador mato-grossense.




Fonte: Agência Senado


© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SEDE NACIONAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA

ENDEREÇO:

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil XXI . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF




Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922


LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SHIN CA 09 LT 16 SALA 115 - ED. GREEN HILLS - LAGO NORTE CEP: 71503-509

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/