Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Leia Notícias do Correio 22

  16/11/2011
 
   
deputado Laercio Oliveira (PR-SE)
Deputado Laercio Oliveira (PR-SE)
A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara Federal realizou, na última quarta-feira, 09, audiência pública para discutir denúncias de utilização de mão de obra escrava em confecções de marcas comercializadas no Brasil.

Durante o debate, proposto pelo deputado Laercio Oliveira (PR-SE), foram discutidas as denúncias e a importância de ações de fiscalização para coibir o abuso por parte dos contratantes e também dos terceirizados, acionados por empresas de confecção de vestuário.

Em seu pronunciamento, Oliveira ressaltou a importância do encontro e fez questão de registrar seu sentimento de repúdio as marcas envolvidas nas acusações, que foram convidadas e não se manifestaram.

Apenas o representante das lojas Zara, Jesus Echevarria, compareceu à reunião. Para o republicano, a atitude representa "um desrespeito a Casa".

Laercio Oliveira também defendeu medidas enérgicas para punição dos responsáveis pela contratação e manutenção dos trabalhadores. "Está na hora de acionar a Policia Federal. A gente precisa dar um brado de liberdade a favor dessas pessoas, não quero saber de que países são, pois estes trabalhadores são seres humanos acima de tudo", afirmou.
Além do parlamentar, compareceram ao debate a auditora fiscal do trabalho Sueko Cecília Uske, de São Paulo; a procuradora do Ministério Público do Trabalho de Campinas (SP) Fabíola Junges Zan e a presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Setor Têxtil, Vestuário, Couro e Calçados e do Sindicato das Costureiras de São Paulo e Osasco, Eunice Cabral.

Ao encerrar o encontro, Laercio Oliveira pediu que as autoridades competentes tomem as devidas providências para solucionar o problema. Segundo o parlamentar, a situação lembra a Lei Áurea. "Será que vai precisar surgir outra princesa Isabel" questionou ao referir-se à Lei que extinguiu a escravidão no Brasil, assinada em 1888.

Escândalo As denúncias foram formalizadas após ação do Ministério do Trabalho, em junho deste ano. Durante fiscalização do órgão foi constatada a presença de 16 trabalhadores em regime de semi-escravidão, que trabalhavam e moravam em uma casa na Zona Norte de São Paulo. Os funcionários supostamente prestavam seus serviços para as lojas Zara, Marisa, Casas Pernambucanas e Collins.



 

Clique no ícone do Media Player para assistir ou fazer download do vídeo em wmv
 

Clique no ícone acima para conhecer a Biblioteca de Vídeos do PR no You Tube
 
 

Clique no ícone acima para assistir ou fazer download do vídeo em Quick Time (plataformas da apple)
 
   




LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SCN Qd. 2 Bl. D Torre A Sala 225 Brasília - DF - CEP: 70712-904

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/

© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil 21 . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF



Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922