Presidente do PR PR nos estados Manchetes Download Hino Nacional do Brasil
História do PR Fale com o PR Notícias Republicanas Manual de Aplicação da Marca PR
Prefeituras do PR Ficha de Filiação ao PR Fotos dos Deputados do PR Assessoria Jurídica
Vereadores do PR Fórum Republicano Fotos dos Senadores do PR Vinheta do PR
Estatuto do Partido da República Manifesto do Partido da República Código de Ética do Partido da República Programa do Partido da República
 

Notícias do Correio 22 - Partido da República

 
  26/08/2011
   
Deputado Luciano Castro participa dos debates acirrados sobre Reforma Política
Deputado Luciano Castro participa dos debates acirrados sobre Reforma Política
A primeira reunião da Comissão Especial da Reforma Política para discutir o anteprojeto elaborado pelo relator, deputado Henrique Fontana (PT-RS), evidenciou que o maior foco de resistência entre os integrantes do colegiado é o sistema proporcional misto, que combina a lista fechada preordenada com o modelo que vigora atualmente - no qual o voto é dado diretamente ao candidato. O próprio Fontana admite que esse é um gargalo importante nas negociações, porque a divisão entre as opiniões é bem marcada.

Já em relação ao financiamento público exclusivo de campanha, o relator se mostra mais confiante na composição de acordo. "Não estou fechado a nenhuma das hipóteses, mas posso dizer que está claro o apoio da maioria em torno do financiamento público.
Em relação ao sistema eleitoral, se eu for para um lado, eu perco um grupo [na busca do consenso]".

Por conta dessa divisão, Fontana propôs um sistema misto, no qual o eleitor votará duas vezes. No primeiro voto (de legenda), escolherá a lista do partido de sua preferência. No segundo, votará diretamente no candidato, sem vinculação obrigatória com a legenda escolhida no primeiro voto.

(Jornal da Câmara)

O deputado Luciano Castro (PR/RR) que participa dos debates e dos trabalhos da Reforma Política afirmou na reunião que a mudança no sistema eleitoral proposta pelo relator prejudica os partidos políticos.

"O modelo proposto pelo relator no novo sistema eleitoral prevê que a metade das vagas para deputado federal sejam preenchidas em lista fechada, ou seja, votando no partido e a outra metade em voto majoritário, votando no candidato.

Nós avaliamos a proposta do relator, deputado Henrique Fontana (PT/RS) e concluímos que ela é prejudicial para a maioria dos partidos. Isso porque o partido que tem grande militância nacional e uma capilaridade grande, além de estar no governo por 12 anos, é o PT. Com isso, dentro das nossas previsões, o PT elegeria no país cerca de 150 a 200 deputados federais. Isso desvirtua o processo e fere a representatividade dos partidos. E nós não podemos aceitar esse modelo como está proposto.

É preciso discutir mais, buscar alternativas, bem como aprofundar as discussões em torno da federação de partidos. Pelo meu ponto de vista, essa reforma política defendida pelo relator não pode ser admitida no âmbito nacional e no âmbito estadual, ela só pode existir no âmbito nacional.

E tem também a questão do financiamento público exclusivo das campanhas eleitorais que se vier a ser adotado, conforme previsto no anteprojeto do relator, nós achamos que devemos definir todos os parâmetros e não deixar que o TSE venha legislar estabelecendo parâmetros para financiamento público de campanha". (Luciano Castro)

Confira a íntegra da matéria sobre a Reforma Política no Jornal da Câmara



Fonte: Jornal da Câmara
   




LEAD         TVNEWSWEB

Site Desenvolvido pela LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing

SCN Qd. 2 Bl. D Torre A Sala 225 Brasília - DF - CEP: 70712-904

http://www.leadbrasilia.com.br/

http://www.tvnewsweb.com.br/

© - 2007 www.partidodarepublica.org.br - Todos os direitos reservados

SHS quadra 6 Bloco A sala 903 - Brasil 21 . CEP: 70.316-102 - Asa Sul . Brasília-DF



Tel.: - (61) 32029922



Mais uma realização do Instituto Alvaro Valle Tel.: - (61) 32029922