Esta Matéria não tem vídeo
 Ministra Cristiane Britto esteve na solenidade realizada em Belo Horizonte/MG 

Ministra Cristiane Britto esteve na solenidade realizada em Belo Horizonte/MG
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Governo Federal

destina R$ 1,2 milhão para o enfrentamento
à violência contra a mulher em MG


Brasília - A entrega de nove viaturas para as Patrulhas de Prevenção à Violência Doméstica da Polícia Militar (PM-MG) – além da inauguração da Central de Monitoramento de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar –, integram as agendas da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, em Belo Horizonte (MG), na última segunda-feira,18.

Com investimento de R$ 1,2 milhão do Governo Federal, as iniciativas resultam de parceria entre o ministério, a PM, o Tribunal de Justiça do estado (TJ-MG) e o Ministério Público (MP-MG).

"Vamos unir todas essas políticas públicas, somado ao estímulo ao empreendedorismo e a Casa da Mulher Brasileira, para poder tirar as mulheres do ciclo de violência. Um olhar humano, é o que eu acredito que pode fazer reduzir a violência contra a mulher no estado e no país. Estamos todos unidos para livrar as mulheres da mão dos agressores e evitar o feminicídio”, disse a ministra.

Cristiane Britto lembrou ainda que o Governo Bolsonaro já investiu cerca de R$ 16 milhões na promoção de direitos e em políticas para as mulheres mineiras. “Queremos que Minas Gerais possa ser um modelo para o país de um lugar onde não tem mais feminicídio, onde a mulher é acolhida e que não é mais dependente financeiramente do seu agressor", destacou a titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. "Cuidar da mulher é cuidar da família brasileira", completou.

Ainda no evento, Britto ressaltou que o ministério disponibiliza o canal gratuito Ligue 180 (Central de Atendimento à Mulher). “Denunciem, seja violência física, psicológica, moral, sexual, patrimonial. Por meio desse serviço, que pode ser acionado em qualquer horário, nós teremos como ajudá-las. Cerca de 70% das mulheres que sofreram feminicídio nunca haviam denunciado, então vamos denunciar. O ciclo da violência precisa ser interrompido”, completou.

Implementado pelo MMFDH, o Ligue 180 funciona 24h por dia, incluindo sábados, domingos e feriados, e pode ser acionado por qualquer pessoa. Além de ligação gratuita, o serviço está disponível por meio do site da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH/MMFDH), app Direitos Humanos Brasil, Telegram e WhatsApp (61 - 99656-5008).

Acesse a página do canal de denúncias

Integração

O comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG), coronel Rodrigo Sousa Rodrigues, afirmou que a corporação tem muito orgulho de ter sido escolhida para sediar um projeto tão inovador para o enfrentamento do fenômeno da violência doméstica e que é pioneiro no país.

"Temos visto o quanto precisamos avançar no nosso interior para conscientizar e mudar a cultura de forma que as pessoas olhem para essa questão da violência doméstica e contra a mulher da forma como precisa ser olhada. Essa Central de Monitoramento é uma ferramenta fantástica porque vai unificar vários dados e permitir que o nosso policial possa fazer a leitura, identificar problemas e fazer uma atuação preventiva”, acrescentou.

Entre os objetivos, a Central de Monitoramento visa promover o compartilhamento de dados, sistemas e tecnologias para o enfrentamento à violência doméstica e familiar no estado de Minas Gerais, além de aprimorar, efetivar e prover a segurança da mulher em situação de violência.

Já as viaturas serão distribuídas às Patrulhas de Prevenção à Violência Doméstica da Polícia Militar, localizadas nas cidades de Sete Lagoas, Ubá, Santa Luzia, Belo Horizonte, Betim e Curvelo.

Parceria

O acordo de cooperação técnica (ACT) entre o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) foi firmado no ano passado. Além da Central de Monitoramento de Prevenção à Violência Doméstica e Familiar, ele contempla a aquisição de dois vídeos wall para a Central, as nove viaturas policiais, quatro microcomputadores, sete notebooks e 10 licenças de uso da ferramenta de análise Power Bi.

Saiba mais

Titular da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres (SNPM/MMFDH), Ana Reis celebrou o trabalho conjunto. "Este é um projeto-piloto pioneiro no país. E essa política inovadora, de produzir estatística, indicadores, com georreferenciamento, fará com que a nossa apuração seja muito mais precisa e que a gente pare de gastar energia onde não é o nosso foco. Queremos dar assertividade e potência à nossa política pública", destacou Ana Reis.

Mais agendas

Antes da inauguração da Central de Monitoramento e da entrega das viaturas, a ministra Cristiane Britto visitou a Casa da Mulher Mineira, uma iniciativa da Polícia Civil (PC-MG) que tem o objetivo de atender ocorrências de mulheres vítimas de violência doméstica, familiar e sexual, de forma a garantir um acolhimento humanizado e mais célere.

“O equipamento público é aquilo que o Governo Federal também procura ofertar com a Casa da Mulher Brasileira, que é um atendimento e acolhimento humanizado. Este espaço comunica à mulher que ela não está sozinha e que o Estado está disponível para dar o amparo que ela precisa”, explicou Cristiane Britto.

Atualmente, no país há sete Casas da Mulher Brasileira (CMB) em funcionamento — São Paulo (SP), Campo Grande (MS), Boa Vista (RR), Fortaleza (CE), São Luís (MA), Brasília (DF) e Curitiba (PR). O MMFDH vem disponibilizando recursos para a implantação de outras 23 unidades.

Para dúvidas e mais informações:


gab.snpm@mdh.gov.br

Atendimento exclusivo à imprensa:

Assessoria de Comunicação Social do MMFDH (61) 2027-3538


Fonte: Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
Brasília, 26/05/2021 - PL-TV: O Rio em mãos do bem - Entrevista Cláudio Castro

Brasília, 18/01/2022 - PL-TV: Projeto de Altineu Côrtes propõe condições mínimas de trabalho para entregadores de aplicativos Brasília, 28/12/2020 - PL-TV: Portinho é convidado a assumir Liderança do PL no Senado
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
FICHA DE FILIAÇÃO EM PDF Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram