Esta Matéria não tem vídeo
Deputado Paparico com autoridades em reunião 


Deputado Paparico com autoridades em reunião
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Deputado liberal

solicita audiência para tratar da mineração
de fosfato em Lavras do Sul (RS)


Rio Grande do Sul - Tem se intensificado o debate e ações políticas do governo federal para driblar o risco de desabastecimento de fertilizantes no Brasil, devido ao conflito entre Ucrânia e Rússia (tradicionais exportadores de insumos). Reportagem recente divulgada pela Zero Hora ressalta que é necessário investir em mineração para colocar o plano estratégico de ampliar a produção nacional de fertilizantes, reduzindo a dependência de importação de produtos estrangeiros que hoje chega a margem de 85% do consumo brasileiro.

O fato tem mobilizado o presidente da Frente Parlamentar da Mineração e do Polo Carboquímico na Região da Campanha, deputado estadual Paparico Bacchi (PL-RS). Na última quinta-feira, 17, o parlamentar protocolou o segundo pedido de audiência com a procuradora da república na comarca de Bagé, Amanda Gualtieri Varela, para dialogar a respeito da Ação Civil Pública (nº 5002523-26.2021.4.04.7109) – sobre o projeto da empresa Águia Fertilizantes S.A para extração de fosfato em Lavras do Sul.

Paparico Bacchi, que lançou a Frente Parlamentar durante ato solene no final de 2021 em Candiota, destacou que solicita a audiência para dialogar sobre o processo desde o dia 10 de janeiro de 2022, sem retorno até então. “O projeto em pauta na Ação Civil Pública é de vital relevância e imensurável importância para o desenvolvimento econômico e social do Rio Grande, especialmente à região da Campanha, e o excesso de burocracia para aprovar a extração dos minerais acaba desestimulando o desenvolvimento”, afirma o parlamentar. De acordo com o deputado, o principal objetivo da audiência é compreender quais controvérsias se impõem ao tema, para então, colocar em prática os devidos ajustes.

Nas audiências que manteve com o parlamentar para esclarecer os contextos locais, o prefeito de Lavras do Sul, Sávio Prestes, deixou claro o potencial que há no município para extração do fosfato – principal componente que produz fertilizantes. Os dados ressaltam que há no município capacidade para extrair e comercializar 300 mil toneladas da matéria-prima ao ano – o que representa mais de 10% da demanda estadual.

Projeto

Apresentado há mais de 10 anos, o projeto para mineração de fosfato em Lavras do Sul recebeu licença prévia da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), mas ainda precisa obter as licenças de instalação – que autorizam obras – e de operação. Além disso, a empresa Águia Fertilizantes S.A enfrenta ação na Justiça proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) que aborda possíveis falhas na elaboração dos estudos ambientais.

De acordo com a empresa, após receber a licença de instalação, é possível em oito meses começar a produzir nas reservas locais que somam 105 milhões de toneladas – conforme afirmação do diretor-geral da Águia, Fernando Tallarico.

Fonte: https://ww4.al.rs.gov.br/noticia/327717




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
Brasília, 26/05/2021 - PL-TV: O Rio em mãos do bem - Entrevista Cláudio Castro

Brasília, 18/01/2022 - PL-TV: Projeto de Altineu Côrtes propõe condições mínimas de trabalho para entregadores de aplicativos Brasília, 28/12/2020 - PL-TV: Portinho é convidado a assumir Liderança do PL no Senado
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
FICHA DE FILIAÇÃO EM PDF Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram