Esta Matéria não tem vídeo
Ministério do Desenvolvimento Regional já autorizou recursos no valor de R$ 47 milhões para Minas Gerais 
Ministério do Desenvolvimento Regional já autorizou recursos no valor de R$ 47 milhões para Minas Gerais
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Rogério Marinho

sobrevoa cidades de Minas Gerais e garante apoio
federal para recuperar áreas atingidas pelas chuvas


Brasília - O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PL-RN), sobrevoou, na última segunda-feira, 3, os locais mais prejudicados pelas fortes chuvas que têm atingido Minas Gerais, principalmente nas regiões Norte e Sudeste do estado, para avaliar os impactos na região. Até o momento, o Ministério do Desenvolvimento Regional já autorizou o repasse de R$ 47 milhões para os municípios mineiros mais afetados pelo desastre natural.

Além de sobrevoar a região, Rogério Marinho, ao lado da ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda (PL-DF), promoveu uma reunião, em Almenara, com 20 prefeitos das cidades atingidas nos últimos meses. No encontro, ele afirmou que o ministério está fazendo um levantamento dos prejuízos para liberar mais recursos.

“Além de ouvir as necessidades locais, essa reunião foi realizada com o objetivo de planejar em conjunto os processos de resposta e reconstrução da infraestrutura local. Desde a recuperação de estradas locais, pontes e tubulações, até o reparo ou reconstrução das residências que foram destruídas", explicou Marinho. Segundo o ministro, é necessário aguardar que a água baixe para que as prefeituras façam o levantamento de prejuízos causados na infraestrutura das cidades e possam encaminhar à Defesa Civil Nacional os planos de trabalho destinados à reconstrução. "É imprescindível que este trabalho seja feito em conjunto com a Defesa Civil local, com os órgãos federais, estaduais e municipais envolvidos”, completou o ministro.

Em seguida, a comitiva partiu para Salinas, no Norte do estado, onde reforçou que o momento é de cuidado. “Esse é o momento de cuidarmos das pessoas que estão fora de seus locais de moradia. Então, este é o momento de você alimentar essas pessoas, dar lugar para elas dormirem e medicamentos que elas possam precisar, é permitir que essas pessoas tenham tranquilidade enquanto esperam que as águas baixem para que seja avaliada a possibilidade de elas retornarem às suas casas", finalizou Marinho.

Cautela

Em vídeo publicado nas redes sociais do MDR, o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Coronel Alexandre Lucas, fez um apelo aos mineiros. “Tem chovido muito em Minas Gerais e, agora, o perigo são os deslizamentos de encostas e barrancos. E nós precisamos da autoproteção. Da cooperação de todos. Você que mora em área de risco, por favor, não durma na sua casa durante esse período de chuva daqui pra frente. Vá para a casa de parentes”, alertou.

Em caso de necessidade, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelo número 199.

Apoio da Defesa Civil Nacional


Desde o dia 29 de novembro, técnicos estão percorrendo os municípios atingidos para apoiar as prefeituras na elaboração dos planos de trabalho de recursos e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) coordena as intervenções de outros órgãos do Governo Federal, envolvidos na força-tarefa federal. O ministro Rogério Marinho sobrevoou na última semana as áreas atingidas na Bahia e hoje (3), as regiões mineiras mais afetadas.

Além dos R$ 47 milhões já autorizados para Minas Gerais, o MDR também assegurou R$ 130 milhões para a Bahia. A maior parte dos recursos são de socorro e assistência. A Defesa Civil Nacional também já reconheceu a situação de emergência em 130 municípios baianos e 65 mineiros. Com o reconhecimento, os municípios atingidos por desastres naturais podem solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados pelo desastre.

O MDR articula, com os órgãos do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil, o desenvolvimento de atividades conjuntas visando o atendimento imediato à população afetada e o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD/SEDEC) opera em alerta máximo – vermelho - com monitoramento 24 horas por dia. Estão envolvidos os Ministérios da Cidadania, Defesa, Infraestrutura (Dnit), Saúde e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Auxílio financeiro

O Governo Federal autorizou o repasse de recursos para ações de resposta aos desastres naturais que atingiram Minas Gerais a mais nove municípios.

Com o reconhecimento federal de situação de emergência, os municípios atingidos por desastres naturais podem solicitar recursos do MDR para atendimento à população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de equipamentos de infraestrutura danificados pelo desastre.

Fonte: Portal de notícias do Ministério do Desenvolvimento Regional




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
<
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
       
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados

Site e Conteúdos Desenvolvidos, Produzidos e sob Responsabilidade da LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing
Tel.: (61) 3202-9922
SHIN CA 09 Lt. 16 Sala 115 -  Edf. Greeen Hills
Lago Norte - CEP: 71503-509
Brasília, 26/05/2021 - PL-TV: O Rio em mãos do bem - Entrevista Cláudio Castro

TV-PL: Líder Liberal rechaça tese do "toma lá dá ca" em entrevista 
Brasília, 28/12/2020 - PL-TV: Portinho é convidado a assumir Liderança do PL no Senado
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
FICHA DE FILIAÇÃO EM PDF Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram