Esta Matéria não tem vídeo
Município recebe novas doses de imunizantes contra covid-19
Município recebe novas doses de imunizantes contra covid-19
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Prefeitura liberal

de São Gonçalo (RJ) inicia vacina
para moradores a partir de 22 anos


Rio de Janeiro - A Secretaria de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo, cidade administrada pelo liberal Capitão Nelson (PL-RJ) iniciou, nesta quarta-feira, 7, a vacinação contra covid-19 de jovens com mais de 22 anos.

A administração informou que doze pontos de vacinação estão disponíveis, três deles com drive-thru. A Clínica Gonçalense do Mutondo e a Clínica Dr. Zerbini, no Arsenal, funcionam até 21h. Nestas duas unidades, os gonçalenses devem chegar até as 20h30 e nos outros locais até 16h30. Na próxima sexta-feira, 9, a cidade chega aos jovens de 18 anos na vacinação contra a covid-19. Todos os locais continuarão funcionando normalmente, na próxima semana.

Para dar continuidade à vacinação dos mais jovens, a Secretaria recebeu, na última segunda-feira, 5, mais 19.130 doses de Astrazeneca, 12.354 doses de Pfizer e 15.260 da Janssen. Vale lembrar que, mesmo após as datas, as vacinas continuarão disponíveis para todos os moradores e não há necessidade de correria aos pontos de vacinação, principalmente nas primeiras horas da manhã.

Gestantes

As grávidas que tomaram o imunizante Astrazeneca vão receber a segunda dose da Pfizer, segundo informe técnico da Secretaria de Estado de Saúde. Essas grávidas estão aptas para esta vacina, em São Gonçalo, a partir do fim de julho. Vale lembrar que só as grávidas, puérperas e lactantes têm exclusividade para tomar a vacina da Pfizer.

Pessoas com comorbidades, doenças neurológicas crônicas e deficiência permanente também podem tomar esta vacina, segundo o informe técnico do Governo do Estado. No entanto, não há exclusividade, já que estes grupos podem ser vacinados com outras vacinas. Para ter escolha do imunizante, o gonçalenses deve ter um laudo médico indicando a aplicação da vacina escolhida e os motivos.

A Secretaria também continua vacinando portuários trabalhadores da educação, profissionais de educação física, guardas municipais, veterinários – que precisam estar trabalhando e comprovar o vínculo com São Gonçalo (empregatício ou de residência); grávidas, puérperas e lactantes com bebês de até 12 meses sem comorbidades com autorização médica; estagiários da saúde atuando em unidade hospitalar, pessoas com comorbidades, pessoas que têm doenças neurológicas crônicas, pessoas com deficiência permanente, pessoas com síndrome de down, trabalhadores da saúde da linha de frente e profissionais da saúde – todos acima dos 18 anos.

Segundo a gestão liberal, para a segunda dose, as vacinas Astrazeneca e Coronavac estão disponíveis. A primeira para quem tem mais de 12 semanas de vacinado e a segunda para quem tem mais de 21 dias de vacinado. A segunda dose da Pfizer ainda não está disponível. Para a segunda dose, todos devem estar munidos com o comprovante da primeira dose da vacina aplicada no município.

Comprovante de residência

Para a vacinação, todos devem apresentar CPF ou cartão do SUS, caderneta de vacinação e comprovante de residência no próprio nome. Quem não tiver comprovante de endereço no próprio nome poderá apresentar comprovante no nome de seus pais ou cônjuge, desde que comprove tal parentesco.

Balanço

Desde o início da campanha, a cidade vacinou 474.265 pessoas. Destas, 10.203 receberam a dose única da Janssen. Ao todo, 32.251 trabalhadores da saúde, 135.891 idosos com mais de 60 anos, 1.692 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas, dois indígenas, 82.972 pessoas com comorbidades, 1.305 pessoas com deficiência permanente, 8.203 trabalhadores da educação, 377 trabalhadores das forças de segurança e salvamento, 2.801 acamados, 198.333 pessoas da população em geral com mais de 25 anos, 3.590 pessoas privadas de liberdade, 39 pessoas em situação de rua, 293 portuários e 4.667 gestantes, puérperas e lactantes foram vacinados. Até as 16h da última terça-feira, 6, 142.496 pessoas tinham sido imunizadas com a segunda dose.

Calendário de primeira dose

– Quarta-feira (07) e quinta-feira (08): pessoas com mais de 22 anos; portuários, grávidas, puérperas; lactantes com bebês de até doze meses, pessoas em situação de rua, profissionais da educação, profissionais de educação física, guarda municipal, veterinários, estagiários da saúde atuando em unidade hospitalar, pessoas com comorbidades, profissionais de saúde que estão atuando, pessoas com síndrome de down, trabalhadores da saúde da linha de frente, pessoas com doenças neurológicas crônicas e pessoas com deficiência permanente – todos com mais de 18 anos.

– Sexta-feira (09) e sábado (10): pessoas com mais de 18 anos.


Locais de vacinação, de segunda a sábado.

– Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto, das 8h às 17h

– Salão do Clube Mauá, Centro, das 8h às 17h

– Umpa Nova Cidade, das 8h às 17h

– Clínica Gonçalense do Mutondo, das 8h às 21h

– Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara, das 8h às 17h

– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal, das 8h às 21h

– Polo Sanitário Rio do Ouro (não tem Pfizer), das 8h às 17h

– PAM Coelho (não tem Pfizer), das 8h às 17h

– Cras Vista Alegre, das 8h às 17h

– PAM Neves, das 8h às 17h

– Umpa Pacheco (não tem Pfizer), das 8h às 17h

– Estacionamento da Igreja Universal do Reino de Deus de Alcântara (não tem Pfizer), das 8h às 17h

Pontos com drive thru

– Campo do Clube Mauá, Centro, das 8h às 17h

– Centro de Tradições Nordestinas, Neves, das 8h às 17h

– Cras Vista Alegre, das 8h às 17h

Público-alvo e documentação solicitada para primeira dose

– Síndrome de Down a partir de 18 anos

Documentos solicitados: identidade, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação

– Maiores de 18 anos com comorbidades e pessoas com doenças neurológicas crônicas com mais de 18 anos Documentos solicitados: duas últimas receitas, prescrições ou atestados médicos que comprovem a comorbidade com, no máximo, três meses de emissão, além dos seguintes documentos: identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência no próprio nome e carteira de vacinação.

– Pessoas com deficiências permanentes com mais de 18 anos

Documentos solicitados: laudo médico que indique a deficiência ou cartão de gratuidade no transporte público que indique condição de deficiência ou documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência, além de identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

– Profissionais da educação, portuários, profissionais de educação física, guarda municipais e veterinários a partir de 18 anos.

Documentos solicitados: comprovante de trabalho de qualquer cidade, identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência de São Gonçalo ou outra cidade se for trabalhador de São Gonçalo e carteira de vacinação.

– Estagiários da saúde atuando em unidade hospitalar acima de 18 anos

Documentos solicitados: comprovante de estágio em unidade hospitalar de São Gonçalo, declaração do curso ou faculdade, identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.

– Pessoas com mais de 22 anos


Identidade, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência de São Gonçalo no próprio nome.

– Grávidas com mais de 18 anos

Documentos solicitados: autorização médica por escrito para a aplicação da vacina, comprovante de estado gestacional (declaração médica atestando a gravidez ou cartão de pré-natal), identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência no próprio nome e carteira de vacinação.

– Puérperas e lactantes com bebês de até doze meses com mais de 18 anos

Documentos solicitados: autorização médica por escrito para a aplicação da vacina, identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência no próprio nome, certidão de nascimento da criança ou declaração de nascido-vivo e carteira de vacinação.



Fonte: https://www.saogoncalo.rj.gov.br/?p=30369




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
<
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
       
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados

Site e Conteúdos Desenvolvidos, Produzidos e sob Responsabilidade da LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing
Tel.: (61) 3202-9922
SHIN CA 09 Lt. 16 Sala 115 -  Edf. Greeen Hills
Lago Norte - CEP: 71503-509
Brasília, 26/05/2021 - PL-TV: O Rio em mãos do bem - Entrevista Cláudio Castro

TV-PL: Líder Liberal rechaça tese do "toma lá dá ca" em entrevista 
Brasília, 28/12/2020 - PL-TV: Portinho é convidado a assumir Liderança do PL no Senado
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
FICHA DE FILIAÇÃO EM PDF Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram