Esta Matéria não tem vídeo
Deputado Marcelo Ramos (PL-AM)





Deputado Marcelo Ramos (PL-AM)
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Artigo

Marcelo Ramos:
Quem tem fome tem pressa


O fantasma da fome volta a assombrar o Brasil. A pandemia do novo coronavírus, que já causou mais de 138 mil mortes no Brasil e uma crise socioeconômica sem precedentes, fez com que a ameaça da insegurança alimentar dos últimos anos se tornasse realidade para as populações mais pobres do país. Segundo o IBGE, em 2018, 4,6% dos domicílios brasileiros sofriam com a falta do que comer.

São mais de 10 milhões de brasileiros em situação de miserabilidade, sem condições de se alimentarem adequadamente. A situação é mais grave no Nordeste onde 50,3% e no Norte, onde 57% da população vivem em insegurança alimentar. A aprovação de um programa de Renda Mínima saiu da condição de necessária à urgentíssima no Brasil.

O salto do país no Mapa da Fome foi de 14 pontos em quatro anos, aponta a mesma pesquisa. Durante os anos de 2017 a 2018, 36,7% dos domicílios tinham algum nível de insegurança alimentar.

Em números, a fome afeta cerca de 85 milhões de brasileiros. Destes, 56 milhões estão em domicílios onde há insegurança alimentar leve, onde há preocupação com o acesso aos alimentos no futuro e se verifica comprometimento da qualidade da alimentação. Em situação de insegurança alimentar moderada, quando há restrição alimentar, estão 18,6 milhões de brasileiros e brasileiras.

Já entre 10,3 milhões que sofrem de insegurança alimentar grave, a indisponibilidade de comida atinge também as crianças da casa, o que representa um aumento de 43,7% dos afetados. O índice de segurança alimentar também é o menor desde 2004, quando 34,9% das famílias brasileiras estavam em insegurança alimentar.

No ano passado, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) já havia alertado que o Brasil poderia voltar a ser incluído no Mapa da Fome, ou seja, na relação de países que têm mais de 5% da população ingerindo menos calorias que o recomendável. A estimativa do Banco Mundial é que cerca de 5,4 milhões de brasileiros atinjam a extrema pobreza, chegando ao total de 14,7 milhões de pessoas até o fim de 2020, ou 7% da população.

Vamos ter que fazer todo um esforço de reconstrução. Com a fome e o desemprego – 14% dos brasileiros – nas alturas, faço em apelo à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados que acelere a tramitação da PEC 200/19, que constitucionaliza o Programa Bolsa Família, e do PL 6.072/19, ambos da deputada Tábata Amaral (PDT-SP). Afinal, quem tem fome, tem pressa.

Deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM)



Fonte: *Artigo publicado no portal Congresso em Foco




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
<
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
       
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados

Site e Conteúdos Desenvolvidos, Produzidos e sob Responsabilidade da LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing
Tel.: (61) 3202-9922
SHIN CA 09 Lt. 16 Sala 115 -  Edf. Greeen Hills
Lago Norte - CEP: 71503-509
TV-PR: Tiririca está entre os 10 melhores deputados segundo pesquisa
TV-PL: Líder Liberal rechaça tese do "toma lá dá ca" em entrevista 
Manual de Prestação de Contas da Campanha eleitoral de 2018
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram