Esta Matéria não tem vídeo
Deputado estadual João Henrique (PL-MS)
Deputado estadual João Henrique (PL-MS)
Esta Matéria não tem 
vídeo

 

Deputado liberal

é contra mudanças aprovadas na
Previdência Estadual de MS


Mato Grosso do Sul - A Assembleia Legislativa de MS aprovou, na última quinta-feira, 21, mudanças na previdência estadual, entre elas as que os servidores estaduais e aposentados vão contribuir com a alíquota de 14%. As alterações começam a valer a partir de janeiro de 2021.

O deputado estadual João Henrique (PL-MS) desde o princípio foi contrário à aprovação por vários motivos, dentre eles a não apresentação, por parte do Governo Estadual, de um estudo de impacto financeiro. Durante a sessão, em sua declaração de voto, o parlamentar disse não achar justo o aumento. “Então, o que nós estamos fazendo é uma covardia. Em lugar de mexermos nos altos salários, estamos mexendo no salário daquelas pessoas que não têm condição”.

O deputado liberal aproveitou para citar uma frase que, acredita, caber bem no cenário apresentado na Assembleia. “Os cidadãos não dormiriam tranquilos se soubessem como são feitas as leis e as salsichas”. E explicou o porquê da colocação: “Digo isso porque a reforma do presidente Bolsonaro é progressiva e esta não. Esta é mais perversa, covarde e injusta”. Ele lembrou que o servidor que recebe até um salário mínimo, paga 7,5%. Sendo assim, nós estamos dobrando, derrubando o teto, ele passará a pagar 14%; até dois salários mínimos, vai a 9%; de dois a três, 12%; de três a cinco, 14% e vai passar a pagar 19%. Acima dos R$ 39 mil reais, que são os mais altos salários da República do Brasil, estes vão pagar22%”.

João Henrique acredita que Mato Grosso do Sul será o único estado que vai estabelecer 14% linear para todo mundo, não respeitando princípios como o da capacidade contributiva, não respeitando uma tabela de proporcionalidade. “Nós estamos descarregando no coitadinho da ponta, que recebe menos”, frisou.

Atualmente os servidores que recebem abaixo do teto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), no valor de R$ 6.101,06, contribuem com 11% para previdência e os aposentados, também neste patamar, são isentos. Com a mudança a alíquota fica em 14% a todos.



Fonte: a Assessoria de imprensa do deputado




Provérbios LIBERAR O CMOMÉRCIO DE ARMAS DE FOGO

 
   
 
 
 
 
<
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados
Tel.: - (61) 32029922
SHS Quadra 06 Bloco "A" Conjunto "A" Sala 903
Centro Empresarial Brasil 21 Asa Sul - CEP: 70316-102 Brasília - DF
 
       
© - 2019 www.partidoliberal.org.br - Todos os direitos reservados

Site e Conteúdos Desenvolvidos, Produzidos e sob Responsabilidade da LEAD - Produções Artísticas Comunicação & Marketing
Tel.: (61) 3202-9922
SHIN CA 09 Lt. 16 Sala 115 -  Edf. Greeen Hills
Lago Norte - CEP: 71503-509
TV-PR: Tiririca está entre os 10 melhores deputados segundo pesquisa
TV-PL: Líder Liberal rechaça tese do "toma lá dá ca" em entrevista 
Manual de Prestação de Contas da Campanha eleitoral de 2018
Nova Presidente do PL Mulher
Presidente do Partido Liberal, Tadeu Candelária (PL-SP)
Veja aqui todos os nossos vídeos e nossas reportagens

Secretaria de Comunicação do Partido Liberal
Deputados Federais do Partido Liberal da 56ª Legislatura
Senadores do Partido Liberal Veja todas Notícias no Facebook Veja nossos Vídeos no Youtube
  <area shape= Veja nossos Vídeos no Youtube Veja nossos Vídeos no Youtube veja as notícias no Twitter
veja as notícias no Instagram